sex., 10 de nov. | Ebsaúde Cursos

Dry Needling 10 e 17 Nov 2017

Melhor técnica para alívio de dores musculares e articulares segundos os artigos científicos
A inscrição está fechada
Dry Needling 10 e 17 Nov 2017

Horário do evento

10 de nov. de 2017 08:00
Ebsaúde Cursos, 3º Andar - R. Lucídio Lago, 138 - Meier, Rio de Janeiro - RJ, 20780-020, Brasil

Sobre o evento

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Tendo como CARACTERÍSTICA a Inserção de Agulhas Filamentares Sólidas, Sem Medicação, feita através da Pele,

o Agulhamento a Seco, enquanto Terapia Manual Intramuscular, tem o OBJETIVO de Tratar Várias Disfunções, como por exemplo, Pontos Gatilhos, Trigger e Tigger Points, Dores Miofasciais, Recrutamento Musculares, Controle de Dores Musculoesqueléticas em Geral, a Regeneração e a Recuperação de Tecidos Musculares, Tratamento de Quadros Álgicos Articulares.

Os BENEFÍCIOS do Método variam desde o Alívio da Dor, Cicatrização de Tecidos, Flexibilidade, Propriocepção, Ativação Neuromuscular, dentre outros.

As TÉCNICAS Utilizadas no Método Ajudam no Controle da Dor, Reduzem a Tensão Muscular, Normalizam as Disfunções Bioquímicas e Elétrica de Placas Motoras, o que facilita o Retorno de Forma Acelerada das Funções que estão sendo Tratadas.

Tal Método pode tem APLICABILIDADE em Músculos Superficiais e Profundos

(Dry Needling Superficial e Dry Needling Profundo),

sendo Aplicado também no Modelo Neuropático, Atuando como TERAPIA COMBINADA.

IMPORTANTE:

O Dry Needling e a Prática da Acupuntura por Fisioterapeutas Acupunturistas diferenciam-se em termos Históricos e Práticos.

O Agulhamento a Seco é Baseado em Neuroanatomia, Neurofisiologia e Estudos Científicos Modernos do Sistema Nervoso Musculoesquelético.

Por estas razões, os Fisioterapeutas que utilizarem o Método do Agulhamento a Seco não podem fazer uso das Teorias da Acupuntura Tradicional e de suas Terminologias.

A SEMELHANÇA existente é em termos de Penetração Cutânea, com um Filamento Sólido de Agulha (A FERRAMENTA) em diferentes profundidades no interior do corpo, para fins terapêuticos e indicações.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

. MTC (Medicina Tradicional Chinesa) x Dry Needling

NEUROFISIOLOGIA DA DOR:

. Tipos de Dor

. Componentes da Dor

. Mediadores Químicos da Dor

. Liberação de Opióides Endógenos

. Inflamação de Corpos Estranhos

DOR MIOFASCIAL:

. Histórico

. Definição

. Epidemiologia

. Fisiopatologia

. Etiologia

. Diagnóstico

. Classficação

. Características da Dores Miofasciais

. Tipos de Tratamento

. Trigger Points x Tender Points

. Dor Miofascial x Fibromialgia

. Tecido Conjuntivo

. Fascia

. Biotensegridade

. Mecanotransdução

. TIPOS DE AGULHAMENTO A SECO

. APLICAÇÃO DO DRY NEEDLING EM:

. Piterigoide Medial

. Piterigoide Lateral

. Zigomáticos

. Orbicular dos Olhos

. Suboccipitais

. Trapézio

. Elevador da Escápula

. Espênios

. Esternocleidomatóideo

. Escalenos

. Latíssimo do Dorso

. Serrátil Anterior

. Rombóides

. Infraespinhal

. Supraespinhal

. Redondos

. Biceps Braquial

. Triceps Braquial

. Flexores Superficiais e Profundos dos Dedos

. Extensor Radial do Carpo

. Quadrado Lombar

. Paravertebrais

. Multífidos

. Glúteo Máximo

. Glúteo Médio

. Glúteo Mínimo

. Piriforme

. Isquiostibiais

. Gastrocnêmios

. Solear

. Ilíaco

. Psoas

. Quadriceps

. Adutores

. Tibial Anterior

. Extensores Longos e Curtos dos Dedos do Pé

. Fibulares

. Abdutor do Hálux e do Quinto Dedo

. Flexores Curtos dos Dedos

. Lumbricais do Pé

. Extensor Curto dos Dedos do Pé

SÍNDROMES E SINTOMATOLOGIAS:

. Desfiladeiro Torácico

. Túnel do Carpo

. Piriforme

. Radiculites

. Paralisia Facial

PRÁTICA

CASOS CLÍNICOS

ACESSO A 140 ARTIGOS CIENTÍFICOS DE FORMA DIGITAL

Ingressos
Preço
Qtd
Total
  • drymr20171104
    R$690
    R$690
    0
    R$0
  • teste
    R$5
    R$5
    0
    R$0
TotalR$0

Compartilhe este evento